Cristo Rei Lubango

Cristo Rei Lubango

Cristo Rei Lubango Cristo Rei - Lubango Cristo Rei, Lubango, Huíla Province, Angola O Cristo Rei de Lubango encontra-se na cordilheira da Chela em Angola. O monumento, erguido nos anos 60 por colonizadores da Ilha da Madeira é praticamente uma réplica do Cristo Rei de Almada em Portugal, tem 14 metros de altura e é a única escultura deste tipo em Angola.É uma enorme estátua dedicada a Jesus Cristo, de braços abertos, erguida a 2.100 metros de altura no cimo da serra da Chela. A partir do seu miradouro, pode-se abraçar por inteiro a linda capital da província da Huíla e contemplar provavelmente o pôr-do-sol mais belo de Angola.O Cristo-Rei do Lubango é um monumento concebido na década de 50 pelo engenheiro português da Ilha da Madeira Frazão Sardinha, inspirado em estátuas similares que se erguem nas cidades do Rio de Janeiro (Brasil) e Lisboa (Portugal). Está na iminência de fazer parte da lista do Património Cultural Mundial.A estátua integra um vasto leque de obras feitas pelas mãos dos homens que emolduram a cidade que já se chamou Sá da Bandeira até 1975, tais como a Catedral, que remonta à década de 1930, a esplendorosa zona da Nossa Senhora do Monte e a serpenteada estrada da serra da Leba. E o que dizer das obras da natureza? Segundo registos históricos, o início da fundação da cidade de Sá da Bandeira data de 1885 por colonos da ilha portuguesa da Madeira, provenientes da vizinha região de Mossâmedes, que ficaram inebriados com uma das regiões mais belas de Angola.Mas os primeiros contactos europeus com as terras daquele planalto sulano angolano remontam ao ano de 1627, de acordo também com os registos históricos, que acrescentam que em 1769 os portugueses consolidaram a sua presença com a criação do presídio de Alva Nova. Apenas em Janeiro de 1885, os madeirenses deram início à fundação da colónia de Sá da Bandeira.O planalto da Huíla teve sempre portanto uma forte presença colonial (ainda hoje se diz que essa é a região “mais branca” de Angola), tornando-o numa das excepções à regra, tendo em conta a apetência da colonização pelo litoral. (Imagens sem qualquer adição de estabilização em pós-produção)

770 19/12/2015 3
1 Star2 Star3 Star4 Star5 Star (2 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Recent videos added by: